AparelhosDentarios.com

Tudo sobre Aparelhos Dentários

Simulador

Simulador de cores do aparelho dentário

Antes e Depois

Fotos do Antes e Depois do Aparelho Dentário

Depoimentos

Depoimentos de quem colocou aparelho ortodontico

E para Adultos?

Aparelhos Dentário em Adultos

Guia Grátis

Você já usa aparelho ou vai usar? Então esse guia da higiene oral é para você.

Receba-o já no seu email!



Mais de 7000 Downloads efectuados!

Medo de dentista? Saiba como se defender em situações de conflito

Hoje vamos abordar uma temática que com esse site já percebemos que é um problema da sociedade – a maioria das pessoas tem medo de questionar o seu dentista acerca da eficácia do seu tratamento, dos procedimentos que o dentista utiliza para tratar o paciente, tem até dificuldade em questionar o dentista acerca de valores que lhe são cobrados. No fundo muitos pacientes têm medo do dentista, não da forma que muitos descrevem como aquele medo tradicional de dentista, mas sim medo de o confrontar com o que ele pode eventualmente estar fazendo de errado.


Nota prévia: como em todas as profissões há pessoas honestas e há pessoas de ética e moralidade questionável perante as suas atitudes profissionais. Queremos afirmar que esse artigo não tem como objetivo difamar, nem rebaixar uma profissão tão digna e necessária para a sociedade como a do dentista. Pretendemos que as pessoas aprendam a se defender de comportamentos incorretos de alguns profissionais, apenas e só isso.

Medo de dentista? Isso é coisa do passado

Na nossa opinião há duas condicionantes que fazem com que a maioria das pessoas se calem perante determinadas atitudes e procedimentos de alguns dentistas: a natural falta de conhecimento da matéria e a humildade natural das pessoas perante profissionais formados na Universidade. Caríssimos leitores, em primeiro lugar, lá porque o dentista é formado não quer dizer que ele seja imune a erros e que as suas avaliações sejam sempre corretas.

Além disso com o advento da Internet e de sites altamente especializados em determinadas matérias, não há razão para ir ao dentista sem se ter informado antes. Vai colocar aparelho? Investigue sobre o tratamento! Se tiver dúvidas confronte o dentista, sem medo. Se ele achar que você não sabe do que fala, que pelo menos tenha a dignidade de lhe explicar porquê. E se não quiser explicar a você detalhadamente tudo o que vai fazer, esse é um profissional que não está atuando com honestidade e ética.

Quanto à natural “humildade” que as pessoas sentem perante o dentista, pelo facto deste ser alguém “com estudos”, esqueça. Dentista é gente como você. Dentista merece o mesmo respeito que você. Merece dignidade, como você também merece. Deve ser tratado com educação, como você também deve ser tratado. Por isso, qual é a diferença? Ele estudou e você não é isso? É esse detalhe que faz com que você se sinta intimidado? Esqueça isso. Os tempos são outros, pense apenas numa palavra: igualdade. A distância que as pessoas sentem dos dentistas existe, por vezes ela é até criada pelo próprio dentista (um absurdo isso), um pouco por arrogância e prepotência, o que é completamente errado e inaceitável. Se isso for o caso, esqueça esse dentista, se ele não o respeita como pessoa, não merece ser seu dentista.

Não tenha medo de se informar

Como já referimos, há muito onde você pode buscar informação acerca de tratamentos dentários. Os motores de pesquisa como o Google são seus amigos, use-os! Pesquise na Internet pelo tratamento ou intervenção que vai fazer no dentista. Procure sempre fontes fidedignas.

Uma dica: se informe junto de clínicas dentárias (e há milhares na Internet!), envie um email de pedido de esclarecimentos acerca do tratamento que vai fazer e depois verifique as respostas de todas as clínicas. Viu como é fácil ter informação e saber mais acerca do seu tratamento, não ficando assim totalmente à mercê de um só dentista? Proteja-se com informação!

Procure sempre uma segunda, terceira ou até quarta opinião!

Você vai fazer um tratamento delicado ou até dispendioso, não acha que é melhor saber se o dentista está seguindo os procedimentos corretos para solucionar o seu problema? Claro que é melhor pedir a opinião de outros médicos. Acha que médico é infalível e nunca se engana? Pense duas vezes então, pois casos de erros médicos é o que mais existe por aí.

Antes de avançar com qualquer procedimento peça sempre outras opiniões. Sempre! E mais, dentista que se sinta ofendido com o facto de você o fazer, só pode ser alguém pouco confiável, pense nisso. A saúde é sua, não do dentista. O direito de ter outras opiniões é seu, nunca abdique dele, nunca!

Saiba o que fazer em caso de conflito

Vamos agora à parte delicada: como solucionar uma situação de conflito com o seu dentista. Vamos supor que você já iniciou um tratamento e por algum motivo entrou num desentendimento com o dentista durante um tratamento (seja ele qual for).
Primeira sugestão: procure sempre o diálogo, tente chegar a um acordo amigável com o dentista. Nunca uma discussão é o melhor caminho para encontrar uma solução. Somos animais racionais, portanto vamos agir como tal.
Segunda sugestão: quando o diálogo se tornou impossível e chegar a uma solução de consenso não é possível, só há uma coisa a fazer: recorrer à justiça. É um direito seu, nunca abdique dele, aliás, se o dentista se recusar a entrar num entendimento, nunca tenha medo de o relembrar que a justiça é um meio ao seu alcance.

Proteja os seus direitos e a sua saúde

Qual foi afinal o objetivo deste artigo? Simples: mostrar-lhe que nunca deve ter medo de dentista. Esse é um profissional tão digno e merecedor de respeito como qualquer outro profissional. E quando as relações se degradam, você tem direitos nunca se esqueça disso, nem tão pouco se deixe intimidar por pessoas que apenas por terem um diploma, não têm o direito de atuar como bem entendem.

Há regras de ética e deontologia que os médicos dentistas são forçados a respeitar. E muitas vezes essas regras são atropeladas por alguns profissionais. Infelizmente essa é a triste realidade. E as vítimas são os pacientes. Mas, isso tem de mudar. E se nunca será possível impedir que alguns dentistas menos escrupulosos atuem de forma errada e até prejudicial para o paciente, é importante com o passar do tempo consciencializar as pessoas dos seus direitos e da importância de os defender de forma afincada.

Em jeito de resumo:

  • peça sempre ao dentista para que este o informe detalhadamente de tudo o que vai fazer antes, durante e após o seu tratamento
  • peça sempre orçamentos detalhados antes de iniciar um tratamento, assim se protegerá de despesas inesperadas de última hora
  • exija um tratamento digno, você está a pagar e merece que o serviço seja prestado da forma mais eficaz e higiénica
  • exija comunicação com educação, respeito e cordialidade da parte do seu dentista, mas, não se esqueça de atuar do mesmo modo
  • saiba que você tem direitos e que dentista nenhum tem o direito de passar por cima deles e se o fizer, você pode sempre recorrer à justiça

Qualquer dúvida que tenha, ou até caso que queira partilhar, não tenha receio de fazer. Use a caixa de comentários mais abaixo e fale, estamos cá para lhe dar voz e ajudar caso seja necessário!

Artigo atualizado em 3-03-2013| Arquivo: Perguntas Frequentes| 6 Comentários| Tags:

Comentários pelo Facebook

Os comentários feitos através do Facebook, são todos respondidos, mas mais abaixo nos comentários do próprio site. Não serão respondidos diretamente no Facebook por questões de poupança de tempo.

 

6 comentários

  1. Saori San disse:

    usei por alguns meses o aparelho de contenção superior. do nada, a placa deixou de ficar reta e ficou meio inclinada. Continuei usando. meu segundo dente incisivo superior girou. foi por causa da placa ou por causa de algo que comi?

  2. joana disse:

    olá! preciso saber se eu tenho que pagar mesmo nos meses que eu nao for ao dentista, pois estou usando aparelho auoligado e só vou de 2 em 2 meses, mas mesmo assim a dentista falou que eu preciso pagar mesmo no mes que eu nao for. Isso é correto?
    por favor mande a resposta por EMAIL

    • admin disse:

      Olá Joana

      Isso não faz sentido nenhum! O seu dentista só deve cobrar de cada vez que fizer a manutenção do aparelho dentário. Esse tipo de atitude por parte de determinados dentistas, sinceramente é lamentável.

      PS: A sua resposta foi também enviada por email.

  3. Rafaela araújo disse:

    tenho medo de dentista

Escreva aqui o seu comentário